terça-feira, agosto 16, 2011

País tem R$ 300 milhões perdidos em moedas


Estimativa é do Banco Central, que gasta R$ 320 milhões anuais para suprir a carência.


Um fortuna de R$ 300 milhões em moedas está fora de circulação no Brasil, estima o Banco Central. Tudo dinheiro perdido ou simplesmente esquecido em casa.


O montante foi fabricado entre 1994 e 1998 e apenas as moedas de R$ 1,00, que saíram de circulação em 2003, não valem um tostão. Juntas, somam R$ 35,5 milhões. Quem dipor delas pode trocar no Banco Central ou em um dos 27 postos espalhados pelo Brasil.

Todas as moedas fora de circulação respondem por 15% de toda a quantidade circulante no País. As perdas são maiores com as de menor valor. A saber, as de R$ 0,01 representam 60% da fatia fora de circulação e somam R$ 20 milhões.

O Banco Central, para suprir a carência dessas moedas, gasta R$ 320 milhões por ano. O BC também faz faz distribuições com antecedência quando há sinal de que pode faltar dinheiro. Isso acontece, principalmente, quando há reajuste das tarifas de transporte público e é preciso intensificar a distribuição de moedas de R$ 0,10 e R$ 0,20.

Se todas as moedas distribuídas estivessem efetivamente em circulação, haveria cerca de R$ 22 para cada brasileiro.


FONTE: www.nominuto.com

0 comentários:

Postar um comentário