terça-feira, julho 19, 2011

Professores da rede estadual podem encerrar a greve nesta quarta-feira.

Após a realização de uma assembléia nesta segunda-feira (18), o Sindicato dos Trabalhadores em Educação (Sinte/RN) pode confirmar a suspensão da greve da categoria, que já dura mais de dois meses. A medida será decidida durante uma nova assembléia programada para ocorrer na próxima quarta-feira (20), às 16h, no pátio da Escola Estadual Winston Churchill.

Durante o último encontro, os líderes do movimento discutiram sobre as repercussões da decisão do Tribunal de Justiça (TJ), que declarou a greve ilegal, e do Ministério Público (MP), determinando que o Governo do Estado tome todas as providências cabíveis para garantir os 200 dias letivos.

A assembléia do Sinte também discutiu sobre a reunião ocorrida na manhã dessa segunda-feira com o secretário chefe do Gabinete Civil, Paulo de Tarso Fernandes, onde se estabeleceu uma nova rodada de negociação com a categoria.

Durante a reunião, que também contou com a participação da deputada federal Fátima Bezerra (PT), Paulo de Tarso lembrou que o piso nacional já foi implantado e pago para todos os professores, mas ressaltou a divergência de datas, uma vez que o Governo do RN mantém o calendário para setembro. O secretário disse também que levará as reivindicações da categoria para o conhecimento da governadora Rosalba Ciarlini e que voltará a se reunir com a categoria na quarta (20).

A novidade apresentada pelo secretário chefe foi a discussão interna do reajuste de toda a tabela do plano do magistério. "O Governo estudará essa questão com responsabilidade e dentro dos critérios de responsabilidade financeira, cumprimento da lei e também pensando nos alunos norteriograndenses. O Governo está sempre disposto a dialogar e a governadora Rosalba Ciarlini está agindo dentro dos critérios de conciliação, de diálogo. Estamos procurando o consenso", concluiu.


Da redação do Diário de Natal

0 comentários:

Postar um comentário